Hora certa

visitantes

contador de acessos

Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de maio de 2012

As diferenças socioeconômicas


para que sejam proporcionadas boas condições de vida à população seu, crescimento deve ser acompanhado por um desenvolvimento econômico e por uma distribuição mais igualitária das riquezas. Porém, como isso não vem acontecendo, a maior parte da população mundial enfrenta graves problemas, como a falta de emprego,moradias, alimentação, transporte e atendimento médico.
Isso não se deve tanto ao número crescente de habitantes. Deve-se,principalmente,ás características econômicas do mundo real atual, onde um pequeno número de países detém a maior parte da produção de bens de riqueza, e luta para enriquecimento ainda maior.
Já em países como Etiópia, Somária e Mauritânia, na África ,milhares de adultos e crianças morrem por não terem o que comer.
Nesses países de baixo nível de desenvolvimento econômico, a riqueza e os benefícios estão concentrados nas mãos de minoria, que , muitas vezes , gasta fortunas em bens supérfluos, enquanto a maioria dos habitantes passa grandes dificuldades .
mesmo nos países que se industrializam mais recentemente e atingiram um nível de desenvolvimento econômico mais elevado, como Brasil, o México e Argentina, as desigualdades sociais são muito grandes ; a renda está fortemente concentrada nas mãos de poucas pessoas. Com isso, a maioria não desfruta de boas condições de vida.
Portanto,apesar de esses países terem atingido um nível de desenvolvimento econômico mais elevado, não podermos afirmar que houve também um desenvolvimento social, pois essa situação não beneficiou a maior parte da população.
Referências:
ALABI. Elain Lucci.Geografia Homem e espaço. editora Saraiva16°edição.Bras
ilia 2001.
MORAES.Paulo Roberto.geografia geral e do Brasil.editora Harbra 3° edição. São Paulo 2005.

Um comentário: